Marketing Para Saas: Como Criar uma Estratégia de Crescimento para Empresas SaaS

Tempo de leitura: 8 minutos

Talvez esse não seja o mais completo guia sobre Marketing para SaaS.

No entanto, acredito que seja o guia de bolso mais prático que você vai ler este ano sobre Marketing para Empresas SaaS.

Você já deve ter lido ou escutado sobre Marketing para SaaS, ou até mesmo Modelo SaaS, mas você sabe o que essa sigla significa?

SaaS vem do inglês Software as a service.

Ou seja, Software como serviço. No modelo Saas, o fornecedor do software é responsável por toda a estrutura e disponibilização do sistema, e o cliente paga por esse serviço.

Esse artigo tem como foco ensinar você a fazer um marketing estratégico com foco no crescimento da sua empresa SaaS.

Nele eu vou cobrir as principais táticas práticas para você começar e/ou alavancar a sua estratégia de Marketing para Saas.

Caso você não seja do mercado, veja este vídeo do Murilo Gun falando sobre SaaS.

Vamos lá?

1- Implementar uma mentalidade de Growth Hacking para buscar leads e vendas

Toda empresa online precisa ter um certo conhecimento em vendas e, principalmente, na conquista de leads.

Afinal, eles são seus clientes potenciais e, portanto, sem eles você fica sem receita. E sem receita… Bem. Você quebra.

Existem diversas formas de adquirir leads e diversas estratégias de vendas para SaaS.

A principal dúvida dos empreendedores costuma ser: em meio a tanta informação, possibilidades e com baixos recursos de tempo e dinheiro, o que fazer?!

A estratégia de Growth Hacking para SaaS prevê a priorização e assertividade de táticas de marketing para SaaS que vão gerar maior impacto, com mais velocidade e menor custo.

Tudo isso através de uma metodologia de experimentação e aprendizado acelerado.

Hã? Como assim?” – que bom que você perguntou.

Para a sua sorte, disponibilizamos uma vídeo aula totalmente GRATUITA abordando esses temas. O Link está aqui.

Para resumir, a aula de Growth Hacking para SaaS vai te ajudar a:

  • Definir uma meta SMART para o seu negócio SaaS;
  • Identificar os principais problemas que sua empresa SaaS sofre e que te impedem de bater as metas atualmente;
  • Como desenhar seu Funil Pirata de Growth Hacking e entender suas métricas;
  • Como definir qual dos canais de tração você utilizará com o Bullseye framwork;
  • Usando a ICE SCORE para SaaS definirem qual o melhor hack a ser executado;

Quem conhece um pouco de Growth Hacking, sabe que a experimentação é a parte essencial no crescimento de qualquer empresa, não importando o modelo que ela siga.

E, mesmo depois de passar por todo o funil pirata, se você não tiver um plano definido de estratégia, todo o dinheiro e tempo irá por água abaixo.

Separamos, junto com alguns especialistas da área, as melhores estratégias para esse ano, confira aqui.

2- Faça uma lista de concorrentes

Identificar seus concorrentes pode ser mais complicado do que parece. Principalmente para empresas no campo de marketing digital.

A concorrência nem sempre é aquela que vende o mesmo produto ou serviços. Como podemos, então, identificar esses concorrentes?

O primeiro método é procurar concorrentes orgânicos nas pesquisas do Google. Para isso, faça uma lista das principais frases de pesquisa do seu produto.

Exemplo: se você trabalha com Growth Hacking, poderá ser algo como “O que é Growth Hacking?”.

Para te ajudar a saber quais são os termos mais pesquisados sobre determinado assunto, você pode consultar o Google Trends.

Além do Google trends, você pode utilizar o Capterra.com e encontrar termos de pesquisa relevantes ao tema do seu site.

Ao terminar suas pesquisas, anote os concorrentes orgânicos que ficaram em primeiro lugar nas pesquisas.

Observe, então, essas empresas e veja se elas investem pesado em temas semelhantes ao seu.

Pouco a pouco você vai ter uma base de quem são seus concorrentes e isso vai te ajudar bastante.

3- Observe as ações publicitárias dos seus concorrentes

Agora que você já identificou seus concorrentes, é hora de saber o quanto eles gastam em publicidade. Algumas ferramentas que irão te ajudar nessa tarefa são:

Digite o site do seu concorrente nesses sites e faça uma tabela de quanto esses concorrentes gastam em publicidade. Separe as despesas mensais de cada um dos concorrentes e a frequência na qual eles investem.

4- Analise os sites dos seus concorrentes

É importante, também, analisar os sites de seus concorrentes. Nele, você deverá analisar a estrutura do site (se ele é otimizado, se tem uma interface amigável), as CTA’s (call to action) que ele utiliza e os componentes do menu.

Além disso, preste atenção que seu concorrente está trabalhando atualmente. Veja suas postagens recentes e observe no que ele está trabalhando.

Você sempre quer estar um passo a frente do seu concorrente.

Dica de PRO:

Existem diversas ferramentas que te podem te ajudar a analisar os sites de seus concorrentes:

Como você viu, existem diversas ferramentas capazes de te ajudar a analisar a concorrência. Agora é mão na massa!!

5- Dê uma olhada no Blog dos seus concorrentes

Além do site, é de extrema importância que você explore o blog do seu concorrente (se ele tiver um). O motivo disso é bem simples, os blogs são responsáveis pelo marketing de conteúdo e atraem usuários com palavras chaves.

Esses usuários, por sua vez, podem se tornar leads importantes, aumentando, ainda mais, o tráfego no seu site.

Tenha em mente que a taxa de conversão do blog é baixa. Portanto, se um blog possui 4000 visitantes, ele converte de 4 a 20 usuários.

Por isso é essencial que seu blog possua um SEO excelente, para que ajude no seu branqueamento e, consequentemente, na sua conversão futura.

Após analisar o blog de seus concorrentes, observe a frequência a qual ele posta conteúdo e o tamanho do texto. Isso irá te dar uma base de como seu concorrente trabalha e pode te ajudar e guiar na construção de seu conteúdo.

Dica de PRO:

Ferramentas que podem te ajudar:

6- Observe sites que linkam seus concorrentes

Há diversas maneiras de um usuário acessar um site. Uma delas é através de outros sites. Quanto mais sites linkarem você, maior o seu ranqueamento será, além de aumentar ainda mais o tráfego do site. Para saber quais sites linkaram seus concorrentes, basta acessar novamente os sites citados aqui neste artigo:

No caso do Ahrefs, basta acessar o menu Referring domains. Faça uma análise dos seus principais concorrentes e observe os sites que citam eles.

7- Analise as Redes Sociais dos seus Concorrentes (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram)

Você já analisou o site, a publicidade e até mesmo o blog, porque não ir ainda mais fundo e observar a equipe de Marketing do seu concorrente? Isso pode ser feito através de diversas redes sociais. Veja:

Facebook:

Muita gente acha que o Facebook anda perdendo sua força ao longo dos anos, mas não deixe se enganar. O facebook é uma das redes sociais mais acessadas. Praticamente todos os seus concorrentes possuem uma page nela.  

Porque não observar os anúncios que seus concorrentes fazem no facebook?

1º –  Acesse a page do seu concorrente.

2º – Observe na sua esquerda, lá em baixo, o menu “Informações e Anúncios”

3º – Acesse e seja feliz.

LinkedIn:

O LinkedIn vem ganhando cada vez mais destaque. Por ser uma rede social com foco profissional, lá você encontra empresas e funcionários de qualquer parte do mundo. Analisar seu concorrente por essa rede é essencial.

1º – Ao abrir o profile do seu concorrente, clique no link que informa o número de pessoas conectadas a essa empresa empresa.

2º – Clique no link que informa o número de pessoas conectadas a essa empresa empresa.

3º – Agora filtre os resultados e procure somente por profissionais relacionados a ‘marketing’.

Isso pode te ajudar a saber em quais áreas esses profissionais são especializados e se possuem algum projeto a parte da empresa. Toda informação é bem-vinda.

Twitter:

Hoje em dia o twitter é uma das redes sociais mais utilizadas (principalmente pelos brasileiros). Se você está em busca de seguidores, aqui vai uma ferramenta que pode te ajudar:

Você também pode analisar as propagandas no Twitter de seus concorrentes. Clicando aqui.

Instagram:

Instagram é a rede social do momento. É inegável sua presença no mercado digital. Aqui vai algumas ferramentas que irão te auxiliar no seu agendamento de posts e até mesmo em adquirir seguidores. Se liga aí:

8- Inscreva-se no newsletter dos seus concorrentes

Já entrou em algum site e uma janelinha apareceu para você se inscrever no newsletter da empresa? Isso pode parecer chato, mas se você quer conhecer seu concorrente a fundo, não perca tempo e se inscreva. Já é senso comum que essa inscrição possui o foco em email marketing.

Observe os e-mails que você recebeu do seu concorrente e veja como ele aborda seus usuários:

  • Ele possui um copy criativo?
  • Ele foca no emocional?
  • Ele apresenta a oferta de cara?

Todas essas perguntas são essenciais para você entender o approach que seus concorrentes fazem.

Gostou do artigo? Para complementar o estudo, assista a vídeo aula GRATUITA “Growth Hacking: Leads e Vendas”.