Acelere seu Marketing Digital: 10 Marketing Hacks que vão te obrigar a bater as metas antes do previsto.

Tempo de leitura: 24 minutos

Rate this post

O Marketing Digital é uma estratégia de médio e longo prazo que leva pelo menos 6 meses para ser construída e talvez até anos para gerar vendas e uma audiência que ame o seu negócio.

O problema é:

Startups precisam gerar resultados rápidos e consistentes ou a conta nunca será paga e o ciclo de falência acabará sendo inevitável.

Para isso, existem microestratégias e táticas que podem acelerar a eficiência da sua estratégia de Marketing Digital, e eu usei o termo Marketing Hacks.

Marketing Hacks são táticas de Growth Hacking aplicadas ao Marketing Digital que você já está fazendo, mas quer melhorar e acelerar.

Alguns resultados que já consegui usando os Marketing Hacks deste artigo:

  • Mais de 400 visitas orgânicas no site em menos de 2 meses;
  • De gerar leads sem precisar de um eBook;
  • De fazer com que mais de 35% dos seus leads comprem de você.

E por aí vai…

Esse artigo vai te mostrar 10 Marketing Hacks na prática para Startups que você pode aplicar sem precisar investir nada em mídia e aumentar a eficiência da sua estratégia de Marketing Digital.

Mas, antes vamos passar por alguns conceitos:

O que é e como funciona um Marketing Hack?

No mundo de infinitas possibilidades no qual vivemos, fazer as coisas do jeito “que sempre foi feito” é quase implorar para fracassar.

Nesse contexto, surgem incontáveis estratégias de marketing e vendas que tentam a todo custo gerar resultados escaláveis, consistentes e com o menor gasto de recursos.

Uma dessas estratégias é o Inbound Marketing que está ligado à produção de conteúdo épico para alcançar os objetivos propostos no plano de crescimento da Startup.

Outra é o Growth Hacking, basicamente:

Growth Hacking é marketing orientado a experimentos.” (Sean Ellis, um dos autores do livro Hacking Growth)

Quando o Sean criou o termo ele já estava aplicando o Growth Hacking há muito tempo na Dropbox.

Se quiser entender um pouco mais sobre o que ele fez no Dropbox sugiro que você leia essa entrevista que ele deu para a Resultados Digitais.

Basicamente um Growth Hacker desenvolve um processo que envolve geração, priorização e aplicação de ideias repetíveis e escaláveis, buscando alcançar crescimento rápido e de baixo custo.

No vídeo abaixo eu explico como eu fiz na prática para criar o meu processo de Growth Hacking:

Caso você seja um leitor nato vou continuar explicando aqui.

Um exemplo clássico de Growth Hacking é o do Hotmail:

marketing hack da Hotmail

 

A famosa “Get Your Free Email at Hotmail” (Crie um e-mail gratuito no Hotmail) que a empresa fez em 1996.

O Hotmail já tinha mais de 20 mil usuários ativos nesse ano.

Porém o custo de aquisição (CAC) de clientes era muito alto.

A jogada foi:

Adicionaram em todos os e-mails que eram enviados pelos usuários do Hotmail uma mensagem no rodapé escrita “Get Your Free Email at Hotmail”.

Assim, toda vez que alguém enviasse um e-mail, o receptor era impactado e poderia clicar e criar um e-mail gratuito no Hotmail.

Além de ter sido uma das pioneiras do Growth Hacking, o Hotmail gerou mais de 1 milhão de usuários em 6 meses apenas com essa estratégia.

Simples assim e sem investimento algum em mídia.

marketing hacks simples

Essa metodologia se espalhou pelo mundo até se tornar o Growth Hacking de hoje.

O que eu fiz foi unir essa filosofia de marketing ao tão famoso Inbound Marketing.

Para criar Marketing Hacks eu sigo este framework:

  • Levanto hipóteses que podem impactar positivamente minha principal métrica:

O objetivo aqui é levantar várias ideias mesmo.

Para fazer isso com maestria tenha bem definido quais são os seus KPIs e as suas métricas-chave.

Felizmente eu tenho uma planilha de KPIs que você pode baixar clicando aqui!

E um workflow para definir métricas-chave (OKRs), que está disponível aqui!

E aí crio hipóteses, como por exemplo: Mudar meu principal canal de aquisição e focar apenas no LinkedIn vai me gerar 30% a mais em vendas.

  • Testo imediatamente usando a metodologia do Marketing Ágil a hipótese levantada.

É a hora de aplicar mesmo. Mão na massa.

Exemplo: Crio um plano de prospecção via e-mail outbound no LinkedIn.

  • Avalio os resultados obtidos a partir do planejado.

Exemplo: Consegui três agendamentos depois de disparar 50 e-mails para meus contatos no LinkedIn, ou seja, 6% de conversão.

  • Avaliar e replicar:

Se o resultado for maior do que a estratégia anterior, eu replico a estratégia para novos targets, assim levantando novas hipóteses nessa nova tática.

Se a minha taxa final for menor do que a estratégia adotada anteriormente, eu retorno a ela e busco uma nova forma de “hackear” meu plano de Inbound Marketing.

É muito parecido com o que o Growth Hacking prega.

A principal diferença é que está diretamente ligado a quem já está fazendo Inbound Marketing, ou seja, Startups que tenham um Plano de Marketing Digital estabelecido.

Então, você já sabe onde quer chegar e já adotou uma forma de chegar.

O Marketing Hack vai aumentar a eficiência da sua estratégia de marketing digital.

O que não é Marketing Hack?

Marketing Hacks não são formas ilegais nem táticas furadas de Inbound Marketing.

Não adianta você trocar a cor do botão de uma landing page e dizer que está fazendo Marketing Hack.

Você precisa pensar grande e em coisas escaláveis.

O termo hack é popularizado de uma forma ruim, como se fosse um “ladrão da internet”.

No entanto, o ato de hackear alguma coisa é modificar a forma para alcançar um determinado benefício.

Por isso, o Marketing Hack não é uma estratégia invasiva ou ilegal.

Além disso, reforço que o hack do Inbound Marketing não é uma estratégia completa de marketing de conteúdo a longo prazo, ou seja, não adianta fazer apenas os Marketing Hacks sem ter um Plano de Marketing Digital para sua Startup por trás.

Certo:

Agora você sabe o que é e para que serve um Marketing Hack.

Para te ajudar a começar a executar essa estratégia hoje mesmo, aqui estão 10 Marketing Hacks incrivelmente fáceis de executar:

Para baixar o PDF com mais 40 hacks como esse clique aqui 😀

#1 – Como criar um conteúdo épico que todo mundo quer ler usando a Udemy:

A Udemy é uma plataforma de cursos on-line muito famosa.

Veja bem:

Fazer um conteúdo épico (lê-se conteúdo que indexa e gera uma avalanche de tráfego orgânico para o site), você jamais deve simplesmente escrever.

Criar esse tipo de conteúdo, principalmente para Inbound Marketing, é uma tarefa técnica e muito estruturada.

A melhor forma que eu encontrei de descobrir os conteúdos bem-estruturados e que as pessoas realmente querem (até pagariam) ler foi na Udemy.

marketing hack udemy 1

Use a Udemy para criar um conteúdo incrível para SEO seguindo estes passos:

– Pesquise algum termo sobre o seu nicho de mercado na barra de busca do site;

Pode ser, por exemplo, desenvolvimento em PHP:

marketing hack

 

A ferramenta ainda vai te mostrar quais são os cursos mais populares.

Veja:

marketing hack

 

Depois de escolher o curso, abra a página dele e veja a quantidade de alunos que já se inscreveram:

marketing hack

 

Se você ainda não sacou, eu te conto:

Esses 20 mil alunos inscritos são a sua audiência potencial.

São pessoas que não só querem, como pagaram para ter acesso a esse tipo de conteúdo.

Ok. Agora você fará o seguinte.

Vá para a parte da Grade curricular desse curso e você verá esta lista:

marketing Hacks

 

Claro que você não vai roubar o conteúdo dele, mas se você abrir uma dessas abas, por exemplo a de HTML, vai encontrar o outline do seu conteúdo:

marketing Hacks

 

Pronto.

Coloque esses tópicos no papel e comece a escrever um conteúdo tão completo que as pessoas pagariam para ler.

Para baixar o PDF com mais 40 hacks como esse clique aqui 😀

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

#2 – Como a técnica “Skyscraper” do Brian Dean pode te colocar no primeiro lugar do Google:

Essa técnica foi criada pelo Brian Dean, CEO da Backlinko.

É uma técnica que pode gerar milhares de links diretamente para o seu conteúdo.

Eu vou te dizer:

Essa é a forma mais fácil de chegar ao primeiro lugar do Google.

Foi usando essa técnica que eu consegui colocar esse post no primeiro lugar do Google para a palavra-chave “Erros de Marketing Digital para Startups”.

A técnica consiste em:

Passo #1: Encontre um conteúdo que já tenha um bom alcance:

Para encontrar um conteúdo que já esteja bem rankeado você vai precisar de algumas ferramentas.

Primeiro, abra o Buzzsumo;

Agora pesquise por algum termo relacionado ao seu nicho de mercado.

Por exemplo, Fotografia:
marketing Hacks

 

Os números que aparecem são a quantidade de compartilhamentos por rede social de cada artigo ou infográfico listado.

O próximo passo é escolher um desses artigos e colocar na plataforma AhRefs.

Veja como eu fiz:

marketing Hacks

Veja que a página possui 48 Backlinks, 10 domínios diferentes fazendo “Referring”, ou seja, citando o site e mais de 2.900 acessos orgânicos por mês, exclusivamente desta página.

Esse é o seu conteúdo de alto alcance!

Passo #2: Faça um conteúdo 10 vezes melhor do que esse:

Ninguém melhor do que você, o dono da Startup, para falar com muita propriedade e autoridade sobre o assunto do seu nicho.

Outra coisa eu te digo:

Não existe conteúdo bom na internet brasileira.

Essa é a dura realidade, pois a maioria das pessoas economiza em conteúdo e não faz o que precisa ser feito.

O que você pode fazer para criar um conteúdo 10 vezes melhor é:

  • Torná-lo maior: Sim, o tamanho (sem perder a qualidade) tem relação com o rankeamento;
  • Torná-lo mais recente: Se for um guia de algum ano anterior, você pode atualizá-lo para uma versão mais recente;
  • Tornar o seu design mais usual e otimizado;
  • Aprofundar o tema com novas possibilidades.

Você não precisa fazer todos, mas quanto mais dessas 4 opções conseguir fazer, melhor.

Passo #3: Distribua o seu conteúdo para as pessoas certas:

Com um bom material (bom MESMO) você só precisa distribuir o seu conteúdo como um verdadeiro growth hacker.

Não estou falando de segmentação em campanhas nem de mailing.

Isso vem depois de forma natural e sem custo.

Você precisa encontrar pessoas que:

  • Estejam interessadas no assunto;
  • São sites influentes do seu nicho de mercado;
  • Extra: que já linkam para algum conteúdo parecido.

Para encontrar essas pessoas, siga estes passos:

Volte no AhRefs e coloque a URL do site no qual você baseou o seu conteúdo desse Marketing Hack e clique em Backlinks:

marketing Hacks

 

Liste os sites que já citaram esse conteúdo antigo.

Envie a seguinte mensagem para os sites:

 

“Olá <Nome>, tudo bem?

Eu estava lendo o seu artigo sobre <Tema> e vi que você linkou para esta página <Link do conteúdo antigo>.

Só queria te mostrar um conteúdo que eu produzi sobre o mesmo tema de forma mais aprofundada.

Aqui está o link <Seu artigo>.

Você acha que seria relevante substituir o Link?

Obrigado!

<Seu Nome>”

Agora é só esperar a mágica acontecer!

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

#3 – Seja um ninja do Copywrite e saiba como aumentar o tempo de navegação na página dos seus visitantes:

Quando as pessoas entram no seu site existem duas opções bem simples:

Eles se engajam e leem o seu conteúdo ou eles saem instantaneamente.

Saiba que não são só os usuários que se importam com isso.

Quando as pessoas ficam no seu site, o Google melhora o seu rankeamento nas páginas de busca.

Quando os visitantes não navegam no seu site, o efeito é ao contrário: você perde posicionamento e acaba com a sua estratégia de SEO.

tempo na página e posicionamento no Google

Existem técnicas de escrita (bem antigas por sinal) que sempre funcionam para manter a leitura.

O SEO da Backlinko, Brian Dean, chama de “Bucket Brigades”.

Esses pontos-chave de um conteúdo bem feito fazem o usuário continuar no site.

Mas, o que são Bucket Brigades?

Você deve ter notado que eu fiz muito isso no decorrer desse artigo:

tecnica Bucket Brigades de SEO

 

Sim, funciona.

Não é à toa que você está aqui rs.

O tempo médio de leitura do Jornada Marketing Digital é de quase 3 minutos por página:

tempo de visualização de página ideal

Os melhores locais para adicionar esse tipo de estratégia são onde as pessoas deixam o seu site.

São eles:

Introdução, início de tópico, troca de parágrafo, antes de imagens e por aí vai.

Adicione frases como:

  • Você deve estar pensando;
  • Quer saber a melhor parte?
  • Isso é muito louco;
  • E ainda fica melhor/pior;
  • Veja bem;
  • Agora;
  • Aqui está o ponto-chave.

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

Para baixar o PDF com mais 40 hacks como esse clique aqui 😀

#4 – Um pequeno truque para ter +26% de taxa de conversão nas suas páginas de geração de leads:

Esse é bem curtinho:

Qual é a primeira coisa que você precisa para ter um lead?

O e-mail dele.

Todo o restante pode ser solicitado depois.

Primeiro o e-mail, depois qualquer coisa fica mais fácil.

Se você dificultar a entrada desse e-mail já perde um potencial cliente de marketing digital antes da estratégia começar a acontecer.

Mesmo que você precise dos outros dados e informações do seu cliente, solicite o e-mail primeiro depois o restante.

Por que?

Quanto menos campos maior é a taxa de conversão.

Você tende a aumentar 26% das suas conversões para cada campo removido.

Sabe aqueles campos de “Assunto” que não fazem o menor sentido? EXATO!

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

#5 – Uma dica de 10 segundos que gerou 500% a mais de conversões para The University of Alberta:

Se o hack anterior foi rápido, imagina esse:

O site da University of Alberta adicionou um Pop-Up que aparecia para os visitantes que passavam mais de 10 segundos no site ou rolavam a metade da página.

Simples assim, e aumentaram 500% das conversões.

Louco, não é?

E o texto do formulário também era bem simples.

Traduzido para o português ficaria algo do tipo:

“Você parece interessado em nossas novidades. Gostaria de se inscrever para receber updates diários?”

E existem milhares de outros formatos de formulários de captura de leads.

A ferramenta ideal para isso é o Sumo.

Nele você pode criar:

  • Formulários pop-ups que são linkados em texto âncora:

Formulários pop-ups

 

  • Barra de bem-vindo ao site:

Barra de bem-vindo ao site:

 

  • Barra de rolagem:

Barra de rolagem

 

As opções são infinitas e você pode sempre buscar mais formas de captar os seus leads.

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

#6 – Um truque de Google AdWords para diminuir o custo e aumentar a taxa de cliques em um mês:

Você já deve ter criado alguma campanha de Google AdWords na sua estratégia de Inbound Marketing.

Quantas palavras-chave você adicionou por Grupo de Anúncio?

Ok, vamos olhar para o seguinte cenário:

Se eu colocar para essa landing page as palavras-chave “aula gratuita”, “inbound marketing”, “growth hacking” e “leads e vendas”, o que você acha que vai acontecer?

Inclusive o link dela está aqui: https://mercadohack.com/aula-growth-hacking-zero

O anúncio não vai contemplar todas as palavras-chave nem a frase em destaque da Landing Page!

Resultado: Conflito.

A sua pagerank, ou seja, a qualidade da página vai ser menor do que o necessário para alcançar 5% de CTR (Taxa de cliques) no Google AdWords.

Para evitar isso, você precisa criar SKAGs (Single Keyword Ad Groups).

Em português: Grupos de Anúncio de Palavra-chave Única.

Quando você coloca uma só palavra-chave no seu grupo de anúncios ele vai focar nela e otimizar os seus resultados com a campanha de AdWords.

Este é o gráfico de uma campanha de palavra-chave única ao longo do tempo:

taxas do google adwords de palavra-chave única

Ou seja, o seu CTR (taxa de cliques) aumenta e o seu CPC (custo por cliques) diminui.

Para testar agora mesmo siga os passos:

  • Escolha uma palavra relacionada ao seu produto ou serviço. Ex: Software para contabilidade.
  • Colete os sinônimos (não é necessária uma pesquisa de palavras-chave, logo direi porquê). Exemplos:
    • Sistema para contabilidade;
    • Gestão eletrônica de contabilidade;
    • Aplicativo para contabilidade;
    • Programa para contabilidade.
  • Crie anúncios no seguinte formato, usando a palavra-chave duas vezes e uma call to action no final:

formato de anúncio de palavra-chave única

  • Coloque a sua palavra-chave em diferentes correspondências. Exemplo:
    • +software +contabilidade
    • [software contabilidade]
    • “Software contabilidade”
  • Duplique os seus anúncios e substitua a palavra-chave em todos os locais que você colocou.

Pronto!

Agora é só acompanhar e ver quais deles funcionam melhor e direcionar a sua verba.

Dica extra – porque não é necessária uma pesquisa de palavras-chave: verifique os termos de pesquisa do Google AdWords para cada grupo de anúncios e adicione-os como palavras-chave negativas, mas guarde-os em uma planilha para criar novos anúncios de palavra-chave única.

Essa será a sua pesquisa de palavras-chave.

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

#7 – Para melhorar o hack anterior: use uma destas 8 fórmulas para aumentar o CTR das suas campanhas de AdWords:

Criar um anúncio no Google AdWords é fácil.

Criar uma copy que realmente venda no Google AdWords são “outros 500”.

Mas, eu sempre parto do princípio básico de que você deve trabalhar “Smarter than harder”, ou seja, usando mais a cabeça do que os músculos.

Aplique estas 8 fórmulas abaixo de forma semelhante aos dois exemplos e você deve ficar acima de 5% de CTR, com certeza:

  • Exemplo 01: [Palavra-chave de sua marca + Especificação de local]

Palavra-chave de sua marca + Especificação de local

  • Exemplo 02: [Palavra-chave de sua marca + Resolução da objeção de vendas]

Palavra-chave de sua marca + Resolução da objeção de vendas

Basta seguir os exemplos citados e aplicar ao seu negócio para gerar mais de 5% de CTR em suas campanhas:

  • [Palavra-chave de sua marca + Números + Contexto]
  • [Palavra-chave de sua marca + Pergunta]
  • [Palavra-chave de sua marca + Oferta + Condição]
  • [Palavra-chave de sua marca + Offer: Condition
  • [Palavra-chave de sua marca + Prova Social]
  • [Palavra-chave de sua marca + Usuário Típico]

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

#8 – Faça upgrade nos conteúdos certos do seu site:

A melhor forma de criar uma lista de e-mails é convertê-los dentro de um conteúdo que já estão visitando.

Para fazer isso, siga este workflow:

  1. Abra o Google Analytics;
  2. Clique em Comportamento > Conteúdo do Site > Todas as Páginas;
  3. Selecione as 3 melhores páginas dos últimos meses.

análise no google analytics

Ok. Agora você tem a sua página para melhorar.

O ponto-chave aqui não é apenas o conteúdo que está na página, mas um material que seja um imã para leads.

Entendo que um eBook pode ser muito trabalhoso pra você.

Por isso, você pode seguir o lado dos conteúdos rápidos baseados no que já existe nessa página para melhorá-la.

Aqui estão alguns exemplos:

  • Faça um checklist relacionado ao produto/serviço da página;

Exemplo: Checklist – tudo o que você precisa saber sobre um canivete suíço.

  • Faça uma planilha que ajude o visitante em relação ao conteúdo da página;

Exemplo: Planilha de organização financeira para férias.

  • Faça uma lista de ferramentas relacionadas ao conteúdo da página;

Exemplo: 12 ferramentas para te tornar mais produtivo no escritório contábil.

ATUALIZAÇÃO:

Gravei um vídeo com um upgrade desse hack de upgrades (plot twist?).

No vídeo eu explico o passo a passo para multiplicar o seu conteúdo, criando novos conteúdos e atraindo mais tráfego.

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

#9 – Use a técnica do GAP de conteúdo para conseguir os melhores backlinks do mundo:

Não existe conteúdo perfeito.

Nenhum artigo, por mais que existam bilhares com esse título, é um “guia absolutamente completo”.

Sempre haverá um pedacinho do conteúdo que você pode contribuir e melhorar.

Esse pedaço é um GAP de conteúdo.

Um tópico incompleto, uma dica que não explica muito bem como é feita e por aí vai.

Se você achar que dá para tornar o conteúdo mais épico, é um GAP de conteúdo.

E é aí que a sua estratégia de conteúdo para Inbound Marketing deve entrar.

Siga estes passos para aplicar a técnica:

  • Encontre blogposts com GAPs de conteúdo;
  • Crie um conteúdo que cubra o GAP;
  • Avise quem escreveu o original.

O mais importante aqui é encontrar blogposts de sites realmente relevantes.

Dica: para saber a relevância do site no Google baixe a MOZ Tool Bar e veja o DA (Domain authority – autoridade do domínio).

Se for maior do que 20 já pode ser considerado muito bom, como no exemplo abaixo:

moz tool bar em funcionamento

Depois você vai precisar de alguma ferramenta incrível de backlinks, como o AhRefs.

Coloque o site que você está procurando no Search do AhRefs, clique em Pages e depois em “Best By Links” na lateral esquerda da ferramenta:

ahrefs em funcionamento

Você vai ter uma lista das páginas que possuem mais links apontando para esse site, ou seja, as páginas mais famosas e incríveis desse site ou blog.

Abra e leia um a um (sim, essa é a parte chata haha).

Encontre um que tenha algum GAP de conteúdo e crie um material épico que possa suprir a necessidade desse espaço de conteúdo.

Por último, entre em contato com o dono do site ou do Blog.

Envie um e-mail mais ou menos assim:

“Oi <Nome>, tudo bem?

Eu sou <Seu Nome>, <Cargo> na <Seu site>.

Acabei de ler o seu post sobre <Tema do Post dele com link> – parabéns, gostei muito do conteúdo!

Eu só acho que faltou um pouco mais de aprofundamento sobre <Citar o GAP de conteúdo aqui>.

Recentemente, eu produzi um <Tipo de material que você fez> sobre exatamente essa parte do seu conteúdo, aqui está o link: <Seu link>

Eu ficaria muito grato se você adicionasse como complemento e/ou referência em seu post, além de achar que seria muito valioso para a sua audiência!

Espero poder ajudar.

<Seu nome>”

Depois é só seguir uma conversa normalmente e esperar os seus links virem.

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

#10 – Stalkeie os fóruns e grupos buscando as palavras-chave que a sua audiência usa, exatamente:

O Google está cada vez mais otimizado para uma excelente experiência de busca do usuário.

É por isso que às vezes as buscas no Google são tão engraçadas:

as pesquisas mais bizarras do google

O que podemos tirar de aprendizado disso:

O Google vai entregar exatamente o que as pessoas querem, então nós precisamos criar o conteúdo EXATO que as pessoas querem encontrar.

Simples assim.

Antes de explicar exatamente como encontrar essas palavras, vou dar um exemplo baseado na imagem acima:

A palavra-chave “Eu odeio o meu emprego” possui mais de 20 mil pesquisas POR MÊS.

Em um funil básico de conversão (1,5% de conversão em vendas) eu conseguiria vender para pelo menos 300 pessoas.

E tudo o que eu precisaria fazer era um conteúdo (épico) com o seguinte título:

“Curso de Growth Hacking para profissionais que pensam todos os dias: Eu odeio o meu emprego e quero fazer algo incrível”.

This is it.

Como encontrar essas palavras-chave para o seu nicho:

Você precisa procurar em fóruns e sites de discussão a sua palavra-chave exata.

Por exemplo, vamos buscar pela palavra “alimentação orgânica”:

pesquisa por alimentação orgânica

 

Quando você abrir os três primeiros resultados vai encontrar uma discussão como esta:

comentário em fórum de alimentação orgânica

Uma discussão foi levantada nesse comentário.

Pesquise pela palavra-chave no Google:

procure a palavra no google

Avalie a quantidade e os resultados e crie um conteúdo 10 vezes melhor do que os já existentes.

Para fazer isso siga as dicas do Hack #2.

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

#BÔNUS – Roube as headlines do Buzzfeed:

É de dar risada:

A maioria dos profissionais de Inbound e Marketing de Conteúdo criticam o modelo de conteúdo do Buzzfeed.

Eu e vários outros Growth Hackers acreditamos que eles são gênios.

O BuzzFeed do Brasil está no entre os 500 sites mais bem rankeados e referenciados do mundo:

 

Isso tudo se deve a um fator:

Todo mundo ama os títulos do BuzzFeed:

análise do buzzfeed no buzzsumo

 

Isso tudo se deve a um fator:

Todo mundo ama os títulos do BuzzFeed:

headlines do Buzzfeed

 

A ideia aqui é pegar as melhores fórmulas e aplicar para o seu negócio:

  • 25 ___ que vão mudar a forma que você  ___ eu tentei  ___.
  • 22 jeitos nada sutis de _____ .
  • 17 coisas que só quem faz ______ vai entender.
  • 18 vezes em que _____ funcionou muito bem para _____.
  • 11 provas de que _____ são a bola da vez para quem _____.
  • Esse post é para quem estava sentindo falta de _____.
  • 12 poemas que vão te ajudar a aprender _____.

As possibilidades são infinitas.

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

#BÔNUS (eu sei que você gosta de bônus) – Adicione chamadas para ação para engajar os seus leitores:

Você percebeu que eu fiz isso durante o post todo, não é?

call to action do twitter

Essa chamada para conversão é ainda mais valiosa quando é replicada, pois incentiva muito mais do que ter apenas botões de compartilhamento social.

Nada em Inbound Marketing deve ser feito sem uma boa call to action.

Esse caso do tweet é super simples de fazer:

Primeiro, tenha o que será compartilhado, é óbvio.

E com isso, eu incluo uma lista como esta.

Depois basta acessar o ClickToTweet e criar um ótimo tweet que vá promover seu conteúdo.

click to tweet em funcionamento

Clique em “Generate New Link”.

Copie o link e cole ele no seu post.

Simples assim:

curtiu esse marketing hack clique aqui para tweetar

 

Agora é com você o marketing hack

Você já leu esses 12 Marketing Hacks e pode aplicá-los agora mesmo no seu negócio.

Me avise se você tiver algum resultado!

Basta tweetar:

“Ei @rodrigojornada eu apliquei o hack número # e tive o resultado <o seu resultado>”

Ficarei muito feliz em saber disso e ainda vou poder contribuir!