Hacks de SEO: 7 técnicas que você não usa (e seu concorrente que está na sua frente sim)

Tempo de leitura: 6 minutos

5 (100%) 1 vote[s]

Há um tempo escrevi um artigo de Hacks de SEO para Youtube. Afinal, muitos de vocês tinham dúvidas e dificuldade de como as técnicas de busca funcionam nessa plataforma…

Com o tempo, essa curiosidade foi aumentando, e logo recebi pedidos para mais dicas de SEO e diversas plataformas como o Google.

É pensando nisso que resolvi trazer 7 Hacks de SEO.

O seu concorrente pode estar usando algumas delas, mas a partir de hoje será você!

1- Analise o mecanismo de busca

Muitas métricas de SEO ainda são um mistério.

Existem algumas fórmulas que nós não temos contato, mas outras que estão estampadas na nossa cara.

Faça o teste você mesmo:

  • Abra uma aba “anônima” e pesquisa qualquer coisa…
  • Observe os primeiros resultados orgânicos.

Veja meu exemplo, eu pesquisei “especialista growth hacking”

O Mercado Hack se encontra em 1º lugar das pesquisas orgânicas… Sorte? Não. Caso queira conferir o case completo de como fiz isso, acesse meu E-Book GRATUITO.

Por hora, observe detalhadamente como o Google apresenta o site:

Pode-se dividir em Título, Url e Descrição.

Agora observe a palavra que aparece em cada uma delas… “Especialista growth hacking”.

Palavras-chave bem colocadas é fundamental para se obter uma boa colocação nos portais de busca.

No entanto, como dito no início, existem outras variáveis que interferem no posicionamento, como autoridade, visibilidade, compartilhamento e por aí vai…

2- Palavras-chave

Como você viu acima, as palavras-chave são de extrema importância.

É agora que surgem muitas dúvidas, sendo a mais comum delas:

Que palavra-chave eu utilizo?

Essa dúvida é bem comum e a resposta é mais simples do que parece, geralmente são termos que as pessoas mais utilizam na hora de fazer uma pesquisa..

Faça o teste. Quando você vai pesquisar alguma coisa, o que você escreve?

Pra sua sorte, ainda existem diversas ferramentas que podem te auxiliar na escolha da palavra-chave.

temos o Google Trends, que mostra, de forma genérica, os termos mais pesquisados no Brasil ou em qualquer parte do mundo:

E também existe uma ferramenta que eu mesmo utilizo na hora de criar um artigo, a extensão chamada Keywords Everywhere:

Particularmente eu adoro o keywords, pois ele me traz quais os termos mais pesquisados, quais estão pouco explorados e quais possuem valor mais alto e baixo se eu quiser fazer um anúncio.

3- A palavra-chave de maior volume, nem sempre é a melhor

Agora que você sabe procurar por palavras-chave e termos, é normal que você queira utilizar aquela que têm mais volume, certo?

Não.

A internet existe a um tempo, o Google também, e alguns concorrentes (os grandes, sabe?) estão também a um tempo utilizando a plataforma.

Portanto, a autoridade desses sites são muito grande, o volume de conteúdo produzido é ainda maior.

É besteira o Mercado Hack tentar concorrer com grandes concorrentes como Rockcontent ou ResultadosDigitais pela palavra-chave “marketing digital”.

É por isso que você deve escolher uma palavra chave pouco explorada mas que pode te manter no topo do Google.

Diversos especialistas de SEO dizem que deve-se investir em palavras-chave mais longas, para tirar a concorrência.

Principalmente se você for uma empresa pequena e nova no mercado.

Entendeu agora o porquê do: “Especialista Growth Hacking” ?

4- Links e backlinks

Um dos fatores de ranqueamento dos portais de busca são os Links.

Afinal, já se perguntou como o Google encontra seu site?

Os links servem como uma ponte que liga todo o seu site.

Além de estar incentivando as pessoas a clicarem em algum hyperlink, você também está facilitando que os usuários continuem no seu site.

Mas e os backlinks?

Backlinks, são links dentro de outros sites que linkam o seu. (Deu para entender né? rs)

E como fazer com que outros sites linkem o meu site?

A resposta está no tópico abaixo:

4- Conteúdos bem-feitos

Particularmente a parte que eu mais gosto.

O que seria do marketing de conteúdo sem o “conteúdo”?

Pois é…

Hoje em dia, o conteúdo é o maior produto que você pode ter.

Seja de entretenimento, educacional, nutricional, estilo de vida e por aí vai…

Sabemos que o Google preza um certo número de palavras dentro do artigo/post para que ele ranquear seu site no google.

É dito que o textos de 1000 a 2000 palavras ranquear melhor.

Isso pode até ter um pouco de verdade, mas não necessariamente uma métrica que você tenha que seguir a risca.

Minha dica é você ser especialista em um nicho e escrever conteúdo especializado dentro dela.

Você poderá criar artigos com 300 palavras que ranqueia muito bem, devido a relevância do artigo, a confiabilidade e a segurança de um conteúdo especializado.

Aí entramos novamente na questão de autoridade do site.

5- Produza conteúdo convidado

Aproveitando que estamos falando de conteúdo e autoridade, aqui um hack que me ajudou bastante.

Produzir conteúdo e ser mencionado em sites de grande autoridade.

O Google também leva em conta os sites que linkam para o seu site. Se forem sites com autoridade alta, a chance de você aumentar sua colocação nos portais de busca é ainda maior.

Aconselho então você encontrar “gargalos” nos conteúdos de sites grandes.

como assim?

Leia diversos artigos em diversos sites e busque algo que está faltando, um conteúdo mais completo e especializado.

Escreva esse conteúdo e peça que esses sites publicam o que você escreveu, deixando, claro, seu site nos agradecimentos.

É um procedimento meio demorado, mas te garanto te funciona !

6- Atualize seu conteúdo

Sabe aquele artigo que você escreveu em 2015 e nunca mais mexeu nele?

Pois é, ele vai perder (se já não tiver perdido) sua glória no topo do google.

A atualização de conteúdo deve ser feita constantemente no seu site.

Um dos fatores de ranqueamento, também, é a data e a atualidade do conteúdo escrito.

Posso dar o exemplo do “Especialista Growth Hacking” novamente.

A primeira vez que escrevi o artigo foi em 2017.

Hoje, 2 anos depois, atualizei esse conteúdo com propostas mais recentes. Isso me mantém no topo das pesquisas.

7- Use Imagens

Um fator que muitos esquecem é o fator imagem.

Quando for produzir conteúdo, procure brechas para colocar fotos. Especialmente se forem conteúdos analíticos com gráficos e valores.

O url da foto pode aparecer no Google imagens e pessoas podem descobrir seu site por ele.

Além disso, isso também é levado em conta na hora de ranquear seu site.

Gostaram dos Hacks? Caso queira aperfeiçoar seus estudo e conhecer alguns cases de sucesso que tive como Growth Hacker, confira meu E-Book GRATUITO aqui.

Até a próxima.