Copywriting: A Formula Perfeita para otimizar sua taxa de conversão

Tempo de leitura: 6 minutos

A persuasão é a arma mais eficaz para fazer vendas.

Uni-la a um texto bem escrito temos o que chamamos de Copywriting.

Algumas pessoas acreditam que uma Copy bem feita é uma mistura de arte e ciência

Outros acreditam que seja apenas técnica

O fato é que:

Uma Copy bem feita pode ser vista como uma arte.

O conteúdo escrito nela pode até ter uma ciência por trás.

Pode também haver diversas técnicas para se chegar no resultado.

Independente da nomenclatura que você dá, existe algo que não muda:

Todo mundo é capaz de criar uma copy boa o suficiente para vender um produto ou serviço.

No início, pode não ser fácil, a primeira copy nunca é…

Mas acredito que com esse artigo e com minha aula gratuita de Growth Hacking: Leads e vendas, você será capaz de:

Criar copys consistentes, capazes de otimizar sua taxa de conversão!

Bora lá!

Devo aprender copywriting?

Além de Growth Hacker, também sou Copywriter.

Em meio a várias materiais e diversos interações nas redes sociais, me deparei com uma constante:

Muita gente me pergunta se copy realmente funciona.

Eu, então, faço 3 perguntas:

  • Você quer convencer seus clientes ou usuários do valor do seu produto?

(Apresentei a diferença entre valor e preço neste artigo aqui.)

  • Quer se envolver melhor com seu público-alvo?
  • Gostaria que seus materiais fossem capazes de vender sozinhos?

A resposta para todas é SIM.

A partir daí elas já se convenceram que aprender a escrever copy é essencial para qualquer negócio, principalmente o online.

Mas antes de colocar a mão na massa, é necessário que você fique atento a alguns pontos:

Qual o objetivo da sua copy?

Com o objetivo claro, agora é entender o público que irá ler sua copy. Entender esse perfil irá permitir que você:

  • Entenda as objeções do seu público (o que impede essa pessoa de fazer o que sua copy propõe?)
  • Utilize a linguagem ideal (formal ou informal?)
  • De onde esse público está vindo? Topo, meio ou fim de funil?

Valor Único de Proposta

Toda Copy precisa ter um Valor Único definido.

Não sabe qual o valor-chefe da sua proposta?

Pense nessas seguintes perguntas:

  • No que você se diferencia dos concorrentes?
  • Como sua proposta irá satisfazer as necessidades do seu público?
  • Qual o benefício da sua proposta?

Com o valor da proposta definido, é hora de colocar a mão na massa.

Estrutura “básica” de uma copy

Não existe necessariamente uma receita de bolo aqui.

Cada Copywriter tem sua maneira de escrever uma copy.

No entanto, existem 6 elementos essenciais que toda copy deve ter.

Sendo eles:

1- Título

É a primeira coisa que seu leitor irá enxergar e ler. Um bom título é capaz de:

  • Chamar a atenção do leitor.
  • Despertar seu interesse
  • Vender logo de cara (acredite, já tive casos assim!)

Lembra de todo o preparo antes de começar a escrever uma copy? Entender seu Público, Valor Único da Proposta e Objetivo da Copy?

Inspire-se nos 3 e crie títulos poderosos capazes de prender o leitor e só soltá-lo na hora da compra.

2- Subtítulo

O subtítulo sempre vem em uma fonte menor que a do título devido ao nível de importância.

Reforce ou dê suporte ao seu título.

Lembre-se também que ele deve atuar como uma ponte entre o título para o resto de sua copy.

Portanto, não fuja do assunto!

E, por favor, seja claro e objetivo!

3- Chamada para Ação (CTA)

Você, assim como eu e todas as outras pessoas, precisam de um “leve” empurrãozinho para tomar uma decisão.

Quando for criar um botão CTA, escreve o que a pessoa irá ganhar ao clicar.

Seja conciso.

Ex: Quero Meu Ebook.

Quero Me Tornar Um Copywriter.

Quero Receber Conteúdo.

Enfim, seja, também, criativo. (Cuidado para não fugir da proposta)

4- Formulário (se tiver)

Algumas Landing Pages possuem formulários para preencher.

Seja a para obter informações ou capturar emails.

É no topo dos formulários que você deve lembrar o leitor sobre o que ele está prestes a fazer e/ou receber.

Não sabe como fazer um formulário?

A estrutura é bem simples:

  1. Título lembrando sobre o que a pessoa está prestes a fazer ou receber
  2. Perguntas (nome, email, etc…)
  3. CTA

5- Benefícios e Valor Único

Se você se preparou antes de começar a escrever sua copy, essa parte é moleza.

Aqui é onde você vai mostrar todo o benefício do seu produto, serviço ou proposta.

No entanto, tenha em mente a forma como você escreve e apresenta esse conteúdo.

Afinal, algumas pessoas podem não entender do que se trata e caem fora rapidamente.

Não fale apenas sobre o que o produto faz, mas o porque eles precisam dele!

Seja pessoal (Utilize “Você”)

O que eu gosto muito de utilizar nas minhas copys é imaginar objeções que meu público pode fazer. Por exemplo:

“Mas eu não sei nada de marketing digital…”

E logo abaixo eu chego esclarecendo essa dúvida.

6- Prova social.

Se não bastasse um título chamativo

Um formulário bem montado

Uma CTA concisa

E um benefício que atenda a necessidade do público

Você pode fechar sua copy com uma prova social.

Seja de clientes atuais, ex-clientes, pessoas que viram sua palestra…

Qualquer um que comprove sua AUTORIDADE no assunto.

O testemunho pode ser feito de diversas formas, e cabe você testar qual a mais eficaz.

  • Pode ser através de vídeos
  • Depoimentos
  • Matérias de jornais, revistas e sites (caso você tenha sido mencionado em alguma)
  • Ou até mesmo frases curtas.

Bônus: 3 hacks para otimizar sua copy

Como eu sei que você adora um bônus, separei 3 hacks que vão te ajudar a otimizar sua copy. Se liga aí:

1- Frases curtas e concisas.

Você já deve saber disso, mas cabe a mim reforçar a você

Muita gente insiste em colocar muita informação numa frase só.

As chances do leitor parar no meio da frase e fechar seu conteúdo é alta.

Por isso, evite frases longas e muito uso de vírgula.

Coloque apenas o essencial

Cada frase deve chamar a atenção para a próxima.

Como fiz nesse momento xD

2- Remova o subtítulo ou troque de lugar com seu título.

O que?! Se eu remover o subtítulo não terei suporte para o meu título.

Amigo, um título bem montado não precisa de suporte.

E, dependendo da sua proposta, você não precisa dizer mais do que já disse no título.

É como eu te disse nesse artigo:

Cada copywriter escreve de um jeito e possui sua própria estrutura.

Descubra a sua e seja o melhor nela.

Outra maneira que você deve experimentar é trocar o subtítulo com o título.

Faça o teste, fica bem legal!

3- CTAs Detalhados.

Uma CTA deve ser objetiva, mas (também) pode conter detalhes.

Ex: Quero Meu Ebook

Quero o Ebook de 100 Hacks Para Facebook.

Caso queira aprimorar seus estudos, assista minha vídeo aula TOTALMENTE GRATUITA sobre Growth Hacking: Leads e vendas.

Até a próxima.