CRO – Seu funil de vendas esta errado, rasga tudo e joga fora.

Tempo de leitura: 3 minutos

3 (60%) 2 vote[s]

Para quem não me conhece, meu nome é Rodrigo Oliveira e sou CMO da StayApp.

Por muito tempo acreditei que investir apenas no funil de vendas tradicional já era suficiente para adquirir receita (Aquela história de atrair o cliente e efetuar uma venda, sabe?).

O que eu não previ era que fazer muitas vendas não significa ter muitos clientes.

Vender é muito mais do que fechar um negócio, é ganhar um cliente.

Achava que o problema estaria no serviço que fornecia, mas não poderia estar mais enganado.

Há um tempo atrás, assisti a uma palestra da Renata Centurion e descobri que investir apenas na primeira parte do funil não era o suficiente.

É necessário estar presente até mesmo depois de efetuar a venda. Ou seja, não basta atrair apenas os clientes certos, é preciso mantê-los e ajudá-los a crescer.

Com isso em mente, decidi me colocar no cargo de CRO. Pelo fato de eu já ter uma mentalidade de Growth Hacker e possuir grande conhecimento em leads e vendas, meus resultados foram surpreendentes.

Felizmente fiz uma vídeo aula totalmente GRATUITA sobre o assunto. Dá uma passada lá e volta aqui. Relaxa, eu te espero.

Mas afinal, o que é um CRO?

O CRO (Chief Revenue Officer) é um profissional executivo responsável por toda a receita de uma organização.

Em algumas empresas, esse profissional é o grande responsável pelas vendas, marketing, preços, e até mesmo pelo desenvolvimento corporativo da organização.

O cargo parece simples à primeira vista, mas não deixe se enganar, sua função se estende em vários departamentos e equipes dentro da empresa.

O que faz um CRO?

Em suma, um CRO é responsável por integrar e alinhar todas as funções relacionadas à receita. Isso inclui:

  • Marketing
  • Vendas
  • Preço
  • Gerador de Receitas
  • Suporte ao cliente

Um bom CRO deve manter todos os departamentos em sintonia, ter uma comunicação estruturada para que consiga maximizar a produção de receita.

Além de ter uma mentalidade de Growth Hacking, ele deve ser um profissional formador de mercado. Saber liderar. Ter conhecimento comercial. E entender as métricas para que possa definir qual caminho tomar.

Sua função, portanto, é simples: Garantir o Maximo de retorno para a empresa e quem investe nela.

A Importância do CRO nas empresas SaaS

Quem leu nosso artigo sobre Marketing para empresas SaaS, viu que as empresas “software como serviço” estão, cada vez mais, ganhando destaque.

O cargo CRO surgiu justamente para capitalizar dentro dessas empresas. De acordo com pesquisa feita pela Brain & Company, as empresas SaaS terão um aumento global expressivo.

Estima-se que a receita global irá aumentar de 180 bilhões de dólares para 390 bilhões até 2020.

É de extrema importância, portanto, um CRO na equipe, visto que ele terá papel vital no desenvolvimento da empresa, nos departamentos de venda e nas estratégias que serão realizadas por essas organizações.

Os CRO’s utilizam diversas metodologias para alcançar esses objetivos. Uma das mais utilizadas é a Metodologia Scale-X

CRO e a Metodologia Scale-X

Scale-X é uma metodologia de escala para empresa em fase de Growth (para saber mais, leia nosso artigo sobre O que é Growth Hacking).

A metodologia consiste em três pontos: Produto, Pessoas e Clientes. O objetivo é fazer com que esses três trabalhem com sinergia.

Dito isso, agora é hora de ter uma mentalidade de escala.

  • Mapeie o fluxo de trabalho atual para saber como será esse fluxo no futuro
  • Observe se suas métricas estão sendo conduzidas de forma correta
  • Busque a tecnologia correta que irá te auxiliar nesse processo e aperfeiçoar seus resultados
  • Determine as ferramentas, planilhas que possam tornar seus processos mais eficientes.
  • Monte uma estrutura com um skillset habilidoso e competente

BÔNUS: Para te ajudar a compreender melhor sobre essa mentalidade de crescimento, gravei uma vídeo aula totalmente GRATUITA “Growth Hacking: Leads e Vendas”